Mamãe e Bebê
Gestantes
Bebê
 
Anuncie Aqui
Mamãe
 
Crianças
  Gestantes
Planejando a gravidez Guia da Gestante Parto Bebês Mães e Gestantes Bebês Festas Infantis Saúde da Mulher e Bebê Escolas e Berçários
Gestantes

 

+ Saúde
+ Beleza
+ Preparativos
+ Gestação

+ Direitos

 
 
 
 

Gravidez - Semana a Semana

São necessárias 40 semanas desde o momento em que o espermatozóide fecunda o óvulo até que o bebê nasça.

Durante a relação sexual, milhões de espermatozóides penetram através da vagina da mulher e sobem a uma velocidade estrondosa ao útero até chegar à Trompas.

Se esta mulher estiver em seu período fértil (dias anteriores ou posteriores à ovulação), um deles pode encontrar-se com um óvulo e fecudá-lo. Uma vez alcançado seu núcleo, onde se localiza suas informações genéticas, as 2 células fundem-se, trocam cromossomas e geram a 1ª célula do bebê a partir da qual formarão todas as demais.

Enquanto o ovo desce até o útero, acontecem sucessivas divisões desta célula. Primeiro, dividem-se em 2, que por sua vez se dividem em 4 e depois em 8, depois em 16 e assim sucessivamente. Tudo isto em aproximadamente 4 dias após a fecundação.

O ovo continua a dividir-se, e as células agrupam-se em forma de amora. Pouco depois, as células concentram-se em dois grupos: as externas, responsáveis pela futura placenta, e as internas - blastocito - que darão lugar ao embrião.

Então começam a formar-se também as membranas externa e interna, que constituem a "bolsa" onde o embrião habitará, e dentro dela, o líquido amniótico. A gravidez propriamente dita inicia-se quando o embrião consegue implantar-se no endométrio; no entanto, a mulher ainda não sabe que está à espera de um filho.

A partir desse momento, a comunicação materno-fetal produz-se através da placenta, que se une ao embrião por meio daquilo que será o cordão umbilical: uma espécie de correia transportadora de nutrientes e de oxigénio para o bebê, que também devolve ao organismo materno o dióxido de carbono e os produtos recusados pelo metabolismo fetal.

Uma gravidez tem a duração de 40 semanas contadas a partir da data da última menstruação da mulher. Ou seja, 38 semanas após a fecundação (que acontece duas semanas depois da menstruação, quando a mulher tem a ovulação).

Se falarmos, por exemplo, da semana 12, referimo-nos a 12 semanas contadas desde a última menstruação, embora o embrião tenha apenas 10 semanas de vida.

O que acontece no primeiro trimestre da Gravidez

Durante esta etapa produz-se a organogénese completa (formam-se o corpo, os membros, a cabeça e todos os órgãos internos). Por isso, é muito importante que neste período a mamãe não tome medicamentos nem se exponha a outros factores de risco.

10 dias depois da fecundação

O embrião mede apenas um milímetro e já está totalmente implantado no endométrio.

Semana 5 da Gravidez

A mulher percebe a falta da menstruação.

Semana 6 da Gravidez

O pequeno coração do embrião começa a bater. Formam-se os pulmões e o tubo neural, que mais tarde dará origem ao cérebro e à espinha dorsal.

Semana 8 da Gravidez

Através da ultrasonografia já é possível observar o botão embrionário que mede aproximadamente 10 a 14 mm.. E também o seu coração: uma luzinha intermitente.

Semana 9 da Gravidez

Nesta semana o embrião cresce muito: chega a medir entre 17 e 22 mm: praticamente duplica o seu tamanho e seu peso. Se efetuássemos uma ultrasonografia, poderíamos verificar que o pequenino ser já se move, embora a sua mamãe ainda não o note (em breve sentirá os famosos "chutes", por volta do quinto mês).

Semana 10 da Gravidez

Continua a crescer, mas não tanto como aconteceu na semana anterior. Agora mede cerca de 3 cm. Começa a distinguir-se a cabeça, o corpinho, e a esboçarem-se os membros. Durante o primeiro trimestre, a cabeça do bebê regista um crescimento muito rápido, e é consideravelmente maior do que o resto do corpo.

Começa a modelar-se o rosto e a formarem-se os futuros dentes de leite. Os órgãos internos que irão dar origem aos grandes sistemas (digestivo, urinário, circulatório, pulmonar, sistema nervoso central e periférico, pele e anexos) continuam o seu desenvolvimento. Os movimentos tornam-se mais frequentes.

Semana 11 da Gravidez

O embrião muda de nome: a partir desta semana chama-se feto. O seu tamanho é de 4 cm, mas se pudéssemos esticá-lo (está dobrado) comprovaríamos que o seu tamanho é de aproximadamente 5,5 cm. Os principais órgãos encontram-se definidos e em desenvolvimento.

A cabeça encontra-se inclinada para a frente e o seu tamanho é semelhante ao do corpo inteiro, proporção que se manterá até ao final do terceiro trimestre. Os dedos das mãos e dos pés têm unhas moles. O nariz já está formado, mas os orifícios nasais estão obstruídos por pele.

No segundo trimestre da Gravidez

Para a mamãe, a etapa que abrange desde a semana 12 até à 24, é bastante agradável. Sente-se muito melhor: ficaram para trás as náuseas, os vômitos e outras más disposições, assim como os fantasmas de um aborto espontâneo.

No primeiro trimestre, tanto o tronco como os membros crescerão mais do que a cabeça; o feto deixará de ser tão "cabeçudo" e começará a adquirir características similares às que terá ao nascer.

Semana 12 da Gravidez

O feto mede 5 cm, e esticado, 7,5 cm. Já é capaz de movimentar os braços e as pernas. Também pode fechar e abrir as mãos. Continuam a modelar-se os traços do rosto.

Formam-se os folículos pilosos que darão origem aos pêlos. O pequenino já tem cílios, embora ainda permaneçam fechados.

Semana 13 da Gravidez

O seu tamanho é de 6 cm de comprimento, e de 8,5 esticado. A cabeça equivale à terça parte do comprimento do corpinho. Começam a formar-se os ossos, em princípio num tecido cartilaginoso, que irá calcificar-se. O rosto continua a definir-se.

Semana 14 da Gravidez

Nesta semana, a medida do feto é já de 10 cm. Começam a formar-se os músculos.

Semana 15 da Gravidez

Geralmente neste mês solicita-se uma ultrasonografia completa para observar minuciosamente o bebê. Diferente da primeira ultrasonografia, que só mostrava uma luzinha, agora já se vê algo mais semelhante a um bebê.

Se o bebê permitir, já é possível reconhecer o seu sexo. Também poderemos verificar que está numa posição diferente, "nadando" no líquido amniótico. Os movimentos que realiza são espontâneos e vigorosos, e o líquido amniótico serve-lhe de protecção natural para amortecer qualquer pancada e mantê-lo isolado.

O bebê já tem um comprimento de 8 cm da cabeça ao cóccix, e 12 cm no total, e ocupa dois quintos do útero. A cabecinha mede aproximadamente 3 cm. Os ossos continuam a calcificar-se. Pode abrir e fechar a boca. Engole líquido amniótico e elimina-o através da urina.

Semana 16 da Gravidez

A pele do bebêé de cor avermelhada, está enrugada e coberta de lanugo, uma penugem fina que reveste o seu corpo e que conservará praticamente até ao nascimento (embora alguns bebés ainda nasçam com um pouquinho de penugem). Apesar de já ter vários centímetros, pesa apenas 130 gramas.

Nesta altura, o útero já cresceu o suficiente e excede os limites dos ossos da pélvis, pelo que a gravidez começa a tornar-se visível: aparece a "barriguinha", que é mais evidente nas mulheres que já tiveram outro filho anteriormente, porque naquelas que vão ter o seu primeiro filho os músculos estão mais firmes, a pele nunca foi esticada nem o útero distendido.

Semana 19 da Gravidez

Começa a crescer o cabelinho, as sobrancelhas e os cílios.

Semana 20 da Gravidez

O bebê mede cerca de 25 cm e pesa 350 gramas. Forma-se o vernix caseoso, uma substância esbranquiçada que cobre e protege a pele do beêé, e que o ajudará a atravessar o canal de parto. Os movimentos são cada dia mais vigorosos.

Semana 24 da Gravidez

O bebé já está mais crescido e começam a sentir-se os típicos "chutes", uma sensação única que confirma - dia a dia - a sua presença dentro da barriga da futura mamãe. Cada vez se parece mais com um bebê.

É capaz de ouvir nitidamente, a tal ponto que pode chegar a assustar-se face a ruídos muito fortes. A pele vai adquirindo maior espessura. Já pode abrir as pálpebras. Mede mais ou menos 28 centímetros, e pesa entre 550 e 600 gramas.

O final do segundo trimestre da gravidez marca a diferença face à possibilidade de sobrevivência fora do útero. Se nascesse antes da semana 24, o bebê não teria praticamente nenhuma probabilidade de sobreviver, mas poderia consegui-lo depois desse momento, e as probabilidades aumentam à medida que avança a gestação.

Quanto mais próximo da data provável do parto se produzir o nascimento, melhor será o prognóstico.

E no terceiro trimestre da Gravidez

A barriga é mais visível, sente contracções e na sua cabeça começam a surgir muitas dúvidas: saberei quando o momento chegar? O que terei de fazer quando o saco se romper? Como decorrerá o parto?.

Esta é também a etapa de maior entusiasmo: é preciso preparar tudo para a chegada do bebê, o enxoval, decorar o seu quartinho, escolher o berço. Enquanto a mamãe faz estes planos, o seu bebê continua crescendo.

Triplica o seu peso e ocupa um espaço proporcional. Já está todo formado, só lhe falta maturação e continuar a crescer.

Isto faz com que a sua barriga semana a semana seja mais proeminente, de maneira que o seu apetite, neste trimestre irá aumentar - e é verdade - cerca de 60% dos quilos de toda a gravidez. Por isso, é importante que não engorde muito nos meses anteriores.

Semana 25 da Gravidez

O corpinho observa-se cada vez mais proporcionado e cheio. Atinge um peso de 700 gramas e um comprimento de mais de 30 centímetros. Continua o desenvolvimento pulmonar e ósseo. Formam-se as vértebras.

Semana 26 da Gravidez

O seu peso calculado é de 780 gramas, e o comprimento é de 32 centímetros. Já pode ouvir (a voz da sua mamãe, os batimentos do seu coração, os ruídos da digestão, os sons externos).

Semana 27 da Gravidez

Agora atinge um peso de 900 gramas e mede cerca de 34 centímetros. O cérebro continua a crescer. Os pulmões continuam a desenvolver-se. A pele está muito enrugadinha.

Semana 28 da Gravidez

Chega a pesar 1,2 quilos. Já se formaram as sobrancelhas e algum cabelo. Os olhos já estão completamente formados. O seu corpinho vai-se arredondando cada vez mais.

Semana 29 da Gravidez

Costuma medir 35 centímetros e pesar 1.160 gramas. A cabeça já é proporcional ao resto do corpo. Continua a acumular gordura debaixo da pele, e continua a "arredondar-se".

Pode movimentar os olhos e é sensível à luz. Elimina diariamente cerca de meio litro de urina no líquido amniótico (engole o líquido amniótico e urina-o).

Semana 30 da Gravidez

O seu comprimento é de mais ou menos 37,5 centímetros e o seu peso é de 1.360 gramas aproximadamente. O lanugo começa a desaparecer. O bebê já abre e fecha os olhos.

As unhas dos pés continuam a crescer. A medula óssea produz os glóbulos vermelhos do sangue. A grande maioria dos bebês adopta a posição cefálica por volta desta semana, ou seja, coloca-se de cabeça para baixo, e assim permanecerá até ao momento do parto.

Claro que existem alguns mais rebeldes que não o fazem, e decidem que é muito mais cómodo esperar sentado.

Semana 31 da Gravidez

Já pode pesar 1.500 gramas e medir mais de 38 centímetros. Como cada vez existe mais gordura por debaixo, a pele deixa de ser tão avermelhada e passa a ficar mais rosadinha.

As unhas das mãos cresceram tanto que chegam até a borda dos dedos. Os cabelos também continuam a crescer.

Semana 32 da Gravidez

Agora o feto pesa cerca de 1.800 gramas e mede 40 centímetros ou mais. Os cinco sentidos já funcionam bem. Se fizéssemos uma ultrasonografia talvez pudéssemos vê-lo enquanto chupa o dedo. Ah!, e também tem soluços.

Depois da semana 32, o bebê começa a fabricar surfactantes, uma substância que ajuda à maturação pulmonar, indispensável para a sobrevivência.

Semana 33 da Gravidez

A pele já está rosadinha. É a semana em que há maior quantidade de líquido amniótico em toda a gravidez. A cabeça cresce um centímetro devido a que o cérebro aumentou de volume.

Semana 34 da Gravidez

O peso médio é de 2 quilos, e a medida é de 42 centímetros. Quando está acordado tem os olhos abertos, e fecha-os enquanto está a dormir. As unhas das mãos estão muito compridas e afiadas.

Semana 35 da Gravidez

Pesa 2.100 gramas e mede mais ou menos 45 centímetros. Cada vez tem menos espaço para movimentar-se. Nos meninos, é altura para os testículos descerem.

Semana 36 da Gravidez

Por volta desta semana os bebês começam a crescer a um ritmo diferente, e à medida que se aproxima a semana 40, as diferenças acentuam-se. Em média, costumam pesar cerca de 2.450 gramas e medir 46,5 centímetros. Estão muito mais gordinhos.

Semana 37 da Gravidez

A maioria dos bebês pesa à volta de 2.900 gramas e mede 49 centímetros. Quando existe luz forte, volta o rosto. Começa a treinar alguns movimentos respiratórios.

Semana 38 da Gravidez

Nesta semana, o bebê aumenta cerca de 30 gramas por dia, o que significa que ao fim destes sete dias pode pesar 3.100 gramas.

Semana 39 da Gravidez

Está pronto para sair! Os pulmões continuam a amadurecer e preparam-se para a respiração. O bebê está cada dia maior (pesa 3.200 gramas) e o espaço começa a ficar escasso: quase não tem lugar para movimentar-se.

Semana 40 da Gravidez

Em teoria, nesta semana a gravidez chega ao fim. O peso médio é de 3.450 gramas e a altura, 50 centímetros. A substância esbranquiçada que reveste o corpo do bebê já desapareceu quase completamente, embora uma parte permaneça. O mesmo acontece com o lanugo, essa penugem fina que reveste o corpo do bebê.

Leia Também:

 


Outras matérias desta seção - Clique nos itens abaixo
Saúde
Beleza
Gravidez
Preparativos
Direitos
 
 

Visite Também as seções:

COTAÇÃO EXPRESS
Ferramenta Gratuita para pesquisa de preços

Selecione Abaixo:

Cotação Express - Festa Infantil
Buffets, Decoração, Buffet em Casa, etc...

Cotação Express - Produtos para Bebês
Enxoval de Bebê, Carrinho, Berço, etc...

Cotação Express - Produtos para Mães e Gestantes
Moda Gestante, Bolsa Maternidade, Obstetras, etc...


Guia de Compras
Produtos para Gestantes e Bebês
 

Um guia de lojas com produtos para a mamãe e o bebê.

Produtos para Gestantes e Bebês

Guia de Festas Infantis
  Um Guia com empresas de todo o Brasil que oferecem produtos e serviços para Festas Infantis.
Guia des Festas Infantis
 

Guia de Escolas e Berçários
  Um Guia com Escolas, Maternais, Escolas de Ensino Fundamental, cursos de natação para bebês, etc.. Guia de Escolas e Berçários  

 

 
 
Destaques
 

Publicidade